sábado, 10 de dezembro de 2011

PROFISSIONAL DE SAÚDE A MERCÊ DA OLIGARQUIA MÉDICA.

Nos dias atuais, o fisioterapeuta postural passa imensas dificuldades em exercer sua profissão como um verdadeiro profissional da saúde.
O atendimento fisioterapêutico domiciliar por exemplo, é uma realidade assim como o corredor de moto no trânsito de São Paulo. Mal regulamentado mantendo-o na obscuridade diante do conselho que somente cobra taxas anuais sem apoio para exercer o poder de comunicação sobre prevenção de doenças posturais perante a sociedade.

Por outro lado, essa e outras não-nomeadas funções domiciliares de um fisioterapeuta trazem uma riqueza em resultados terapeuticos que serveriam para imunizar a população contra diversas disfunções sistêmicas e dores posturais.

A atuação fisioterapeutica, sem suporte efetivo do conselho fica a mercê daquilo que o paciente acha que é certo, do ponto de vista financeiro e terapêutico.

O apoio real da sociedade ao fisioterapeuta e a regularização dos atendimentos posturais para essa classe proveniente da medicina, tão esmagada pelos planos de saúde, possa ser instituído como prática preventiva à população diretamente apoiada pelo Ministério da Saúde. Da mesma forma que no Japão o Shiatsu o é. O Shiatsu também descende da mediciana tradicional oriental.

Todos nós, fisioterapeutas sabemos. A anamnese corresponde 80% do diagnóstico. E o exame de imagem 20%. O que o médicos estão fazendo com a população brasileira? Esse é um assunto muito mais sujo e pesado que no momento pretendo não destrinchar.

A solução para este péssimo quadro clínico geral está na formação de Centros Culturais Esportivos que começam a surgir e com eles a tecnologia de equipamentos ergonômico-posturais ligados ao bem estar.

O mercado de bem estar gera mais de 120 bilhões por ano nos países do norte. O fisioterapeuta é o profissional melhor gabaritado para assumir essa responsabilidade de diagnosticar, orientar, tratar e encaminhar o paciente para os diversos profissionais de saúde, como médicos, psicólogos neurologistas, psiquiatras, ortopedista, endocrinologistas, pediatras, assim como para hospitais, além de estabelecer tratamento direto nos centros de cura.

Os recursos naturais de um spa e de um centro de meditação associado aos recursos inovadores de uma clínica fisioterapêutica é o que se terá num futuro próximo.

E não há como ignorar este poder terapêutico de cura da fisioterapia postural nos pacientes crônicos, obesos, sedentários, os de meia idade e os acima dos 78 anos.
Os médicos não podem suprir a demanda de pacientes somente medicando e intervindo com cirurgias.
Disto estamos todos cansados, como cidadãos.

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

tudo é questão de prática.

Não espreguiçar soa para os ouvidos atentos à saúde da postura como um enfraquecimento das artérias e vasos sanguíneos. Soa porque ouvir um espreguiçar é uma habilidade terapêutica sutil do fisioterapeuta clínico postural. A saúde dos órgãos e dos músculos estão em jogo quando este maravilhoso hábito desaparece da vida de uma pessoa.

A falta de espreguiçamento causa deficiência em proteger o organismo contra fungos e bactérias.
Um sintoma comum naqueles indivíduos com má postura devido ao sedentarismo. Um outro malefício está na condição das mucosas e esfincteres que com a falta de circulação e movimentação adequadas desabrocham aftas, hemorroidas, incontinências, flacidezes. Encurtamentos musculares seguidos de fraqueza cardíaca levam fatalmente à perda de motilidade dos intestinos.

O hábito de espreguiçar deve ser praticado nos três períodos do dia antes das refeições.
Eu aprendi isso e o transferi para outros diversos momentos inclusive durante os exercícios posturais de yoga, nos àsanas. Compartilhei essa prática pessoal com alunos e pacientes que tiveram empatia pela prática, cujo nome intitulei de Exercícios de Alquimia Postural. Os exercícios sicronizam a respiração com alongamentos e torções que partem da posição em pé para a de joelhos.

As alternâncias de expirações e inspirações em tempos contados pelos batimentos cardíacos são mais uma das diversas sensibilidades adquiridas naturalmente pela prática.

O espreguiçamento aguça os sentidos e melhora a postura, o que responde positivamente à necessidade do corpo físico em circular o sangue pelos diversos caminhos do tronco encefálico e do cérebro. Corpo, Respiração e Cérebro. Sistemas, diafragmas e nervos. Tudo é uma questão de prática.

sábado, 3 de dezembro de 2011

O DESAFIO POSTURAL NO HÁBITO ALIMENTAR

O desafio postural no hábito alimentar está nas papilas gustativas viciadas em algum tipo de elemento alimentício.


Gostar de certos sabores em excesso são a principal dificuldade na mudança de hábito alimentar.


Assim como as estações mudam a cada ciclo, os hábitos alimentares também mudam ao longo das estações.


O excesso de sal, açúcar, o uso diário de embutidos, além do costume de se alimentar em excesso depois das 21h. Estes e outros hábitos ao longo dos anos se tornam nocivos à saúde, o que faz aparecerem doenças como esofagite, hérnias umbilicais e inguinais, dores nas costas, hérnias discais, escolioses, cefaleias crônicas.


Bruxismo, tendinopatias e bursites são consequências crônicas da condição postural do sistema gastro intestinal.
O sistema constipado afeta os músculos e articulação que sofrem com todo o tipo de influência:

  • Influência no sobre peso;
  • Na pressão do abdome dilatado;
  • No fígado intoxicado;
  • No Baço sobrecarregado e sujo;
  • Nos intestinos desrregulados;
  • Na posição dos órgãos e alterações de cinturas;
  • No centro de gravidade;
  • Nas noites mal dormidas;
  • Na falta de atividade física.

Enfim, o gasto de energia para o organismo manter-se vivo supera a produção de energia das células como um todo.
A mudança dos hábitos alimentares é também um desafio postural.
E lembre-se, quando pensar em tomar um medicamento para a dor intoxicando mais ainda seu organismo, Consulte antes um fisioterapeuta clínico postural.

domingo, 27 de novembro de 2011

DANÇARINOS, DANÇANTES E AFINS.

Dançar requer uma boa dose de autoconhecimento. Pode-se atirar na dança mas o corpo não leva desaforo. No estilo livre uns insistem em dançar de sapato de salto alto. Ok. Outras os pés ficam em contato direto com o barro do chão, neve e lagos congelados, ... .
Tantas são as "modalidades", se esse for mesmo o termo correto, porquê  como aprisionar o sentimento da dança num método?
Dos movimentos mais sutis das artes orientais até hoje o contato e a improvisação. Técnicas do Cirque du Soleil até a dança dos astronautas tudo é sentimento por mais rígido que seja o Ballet.
Por outro lado não existe a palavra manutenção porquê o suor diário de treinamento da liberdade de movimento sucinta em redesenhar diariamente sua habilidade e coordenação motora.
E é tudo isso que o corpo e a mente precisam. Desvendar novos horizontes e verticalizações.
Ultrapassar essas dimensões corporais significa fincar limites transpessoais num mergulho direto com o Si Mesmo.
Go for It, amigos!!!

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

HÁ MUITO O QUE APRENDER SOBRE SAÚDE

Quando uma dor de coluna aparece perturba os sentidos e tira a alegria de se movimentar.
Quando a dor é causada pela má alimentação os intestinos são a causa da dor. Algumas pessoas com tendencia à asma, de intestinos cheios, sentem dores torácica após a crise.
Técnicas de libertação de dores da fisioterapia muitas vezes não funcionam porque falta do profissional conhecimento técnico e prático da bioenergia.


Esta semana passei mais uma vez por uma experiência maravilhosa com um casal de amigos que aplicam a Deeksha. Um passe de energia vigoroso que a pessoa mais cética passa a entender processos sutis do corpo e da mente. Fui com o intuito de crescimento espiritual. No entanto estava com uma dor lombar decorrente do estresse físico que me submento diáriamente para atender pacientes nas diversas regiões de São Paulo, Jandira, Barueri, Alphaville, Higienópolis, Santo Amaro e Granja Viana. Uma loucura passar sentado no carro fugindo dos horários de transito pesado buscando o contra fluxo.


Enfim sentei-me em lótus como o de costume naquela segunda-feira à noite na granja viana para me concentrar e ficar receptivo a receber o passe de luz da Deeksha. Havia cerca de trinta pessoas. Dez delas estavam aplicando o passe em todas as outras que permaneciam como eu, sentados em concentração. Uma música com melodias auspiciosas criava um clima de conforto e bem estar.
Os Deeksha givers como são chamados passavam um a um derramando sobre as cabeças das pessoas a luz da Deeksha mais de uma vez. Em mim, os passes de luz causavam além de um esperado estado alterado de consciência e lucidez, a dor também ia desaparecendo pouco a pouco a cada canalização.


Ao longo desta semana não mais senti a dor mas sei que agora prevenir não é algo desejável porque cada dia é um dia, cada momento do dia é único e a circulação das energias do corpo depende do foco na concentração exatamente no agora.
Isto é, estar presente no presente, 100% no que se faz. Respiração, postura, e bioenergia. Na mente, a aceitação cria o foco de realidade no presente e, esta atitude favorece o equilíbrio das energias e a libertação da dor por uma mente fortalecida pelo estado sublime derramado pela Deeksha.

sábado, 12 de novembro de 2011

O RESPEITO À CRIANÇA
















O respeito à criança é um ato de sabedoria. Instituir a paz nas relações intrincadas entre pais e filhos é saber ouvir seus filhos de forma neutra. Sem julgamento. Sem preconceito. Por mais que ela te tire do sério, te arranque as bases emocionais, a criança sempre tem o direito a ser no mínimo ouvida e observada em sua natureza. 


A sabedoria de um criança aponta nossos piores defeitos como pais, cuidadores, pedagogos, psicopedagogos, fisioterapeutas, psicólogos, médicos. A maestria da naturalidade de uma criança transborda puro amor. Mesmo no seu grito de raiva ela naturalmente expressa a distância do amor no relacionamento.
Atos insanos à criança são sinistros. O raciocínio se desconecta do sentimento e parte a violência.


Perigoso falar sobre violência. Muita crueldade na discrição de detalhes. 
Sou adepto a transmitir imagens e posturas de paz nos relacionamentos. E sou assim porque também é de minha natureza.
É da natureza de todos nós sermos da paz. Da expressão do amor. Do ouvir e respirar. Do calar e silenciar.
Isso porque a criança segue dentro de si mesmo ao longo dos anos de vida. Em cada etapa, em cada ciclo, por caminhos percorridos a criança de cada um é sempre solicitada e questionada.


Basta observar as contradições dos comportamentos ao longo dos ciclos de vida.
A criança deve ser respeitada. Em todas as idades.
A tradição de famílias que transmitiam o conhecimento de "respeite os mais velhos porque eles sabem mais" deve ser transferida para " respeitem os mais novos pois eles portam a sabedoria do amor puro".

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

HÉRNIA DE DISCO LOMBAR

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=VMx3EHNrw8s#!

Estresse, postura, pressão positiva do abdome. O cansaço emocional, a estafa e a falta de revitalização do sistema nervoso central são estados de desgastes comuns para quem não possui o hábito de trabalhar o auto cuidado dos exercícios posturais específicos para a hérnia de disco.


O abdome inchado denota uma combinação truncada de sono e alimentação.
O estresse e a liberação de adrenalina pioram o quadro.


A ardua rotina de um treinador como Muricy Ramalho é um exemplo de superação e precaução contra este mal que pode levar a cirurgia de coluna ou até a paralisia total dos membros inferiores.


No entanto, a FRP  é a fisioterapia de reequilíbrio postural que devolve a mobilidade e a função e o desaparecimento da dor da hérnia de disco lombar.
Diferentemente da ideia dos médicos e ortopedistas de que fica proibida a torção de coluna para quem tem hérnia discal, na FRP as torções de coluna formam a principal série de movimentos executados para a sua cura.


A terapêutica quando executada em um banco baixo, com desenho ergonômico,   liberta a coluna vertebral de dores e pressões e reorganiza o movimento. Tudo isso porque os chamados exercícios posturais da FRP foram criados à partir dos hábitos posturais cotidianos do paciente. 


Com o toque terapêutico aliado a respiração diafragmática do paciente torna a dor da hérnia de disco um problema solúvel e a cura eminente se torna um fato. 
Ao Muricy, meus votos de que nos encontremos para tal.


Consulte antes um fisioterapeuta postural.

sábado, 29 de outubro de 2011

LIVRANDO-SE DO TORCICOLO CRÔNICO

Noites mal dormidas e intestinos cheios podem desencadear um torcicolo do lado esquerdo. Torcicolo do lado direito é fígado inchado.


Os músculos do pescoço são em sua grande parte responsáveis pela respiração. Mas não de uma respiração completa. Eles entram em ação numa respiração de emergência. O uso desta musculatura denota uma respiração curta e cheia de bloqueios do diafragmática na região do abdome.


O peixe morre pela boca! diz o dito popular. E isso é uma verdade. A má mastigação e a ingestão de alimentos perto da hora de dormir traz desequilíbrio ao sistema nervoso que se desgasta para digerir um alimento em estado de metabolismo basal. 


Neste caso é mais prudente um jejum temporário com ingestão de sucos e água. Saber alimentar-se e ouvir o pedido do corpo pelo sono e realizá-lo regula novamente o sistema e põe os intestinos para funcionar.


O fígado também se reequilibra no sono com o sistema sem sobrecarga alimentar. Retirar frituras, gorduras e sobretudo carnes e embutidos.



Os exercícios posturais revertem o torcicolo crônico e devolvem a liberdade de movimento.
Uma asana bastante conhecido para isso é o  Kakásana.


Executar durante a dor do torcicolo com bastante delicadeza sem retirar os pés do chão e de preferencia em jejum.


Para um praticante experiente não há torcicolo que supere o fortalecimento do trapézio principal causador do torcicolo.


E lembre-se: Consulte antes um fisioterapeuta postural. E boa prática!

A CURA DE CERTAS DORES PELA INGESTÃO DE ÁGUA

Nos dias muito quentes e seguidos um do outro como foi esta semana faz-se necessária a ingestão de uma certa quantidade não habitual de água. Muitas dores são causadas por gases parados ou alimentos mal mastigados.
A qualidade e eficiência da mastigação e a ingestão de água fora dos horários das refeições são formas de manter a saúde e eliminar dores indesejáveis nas costas.

Depois daquele cafezinho após o almoço de sábado, por exemplo, uns optam por caminhada outros por boas duas horinhas de sono. Após este período a ingestão de água além de hidratar o corpo, que já é de grandíssima importância para a saúde, restaura os processos naturais de cura do corpo.


A sugestão é ingerir água em jejum nos três períodos do dia: antes do café, antes do almoço e no meio da tarde.
A quantidade ingerira irá dizer quanto tempo depois é a hora de se alimentar, certo? Não fique tão preso ao relógio. A regra é o primeiro aviso de fome não é fome. É sede! O segundo aviso que será perto das 13h o corpo estará hidratado e pronto para secretar substâncias digestivas em abundancia e equilíbrio.
Este é um custume de esportistas e atletas de triatlo bem como praticantes de hatha yoga.

No hatha yoga há algumas diferenças haja vista suas diversas práticas de desintoxicação e fortalecimento psicofísico. O efeito e a ação terapêutica de cura da ingestão em jejum da água ocorre porque a água divide os gases parados nos intestinos em pequenas bolinhas que percorrem os intestinos para finalmente se tornar o pum!
Peidar é preciso! E ingerir água também. Os especialistas recomendam 2L de água por dia. Alguns chegam atá 3L. Eu mantenho 600ml por dia ou no máximo 1,5L. Mensuro por aqueles copos de 300ml. (de chopp!)

Chego a tomar 5  copos no dia-a-dia atribulado. Por isso vou ao banheiro duas fezes de manhã e duas no decorrer do dia. Este procedimento acaba com as dores nas costas decorrentes de pinçadas. Experimente isso quando uma dor dessas aparecer quando levantar da cama. Ingestão de água em jejum e banheiro antes de pensar em café da manhã, ok?!

 Nosso próximo assunto leia sobre:  Livrando-se do Torcicolo Crônico.
E lembre-se: Consulte antes um fisioterapeuta postural.

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

QUANDO OS PROBLEMAS SE MULTIPLICAM

Quando os problemas se multiplicam é hora de aceitar. A palavra da vez é aceitação. Quando algo não vai como o esperado e tudo parece estar indo por água abaixo, pare! Respire e aceite o inevitável! Estas são palavras de sabedoria dos antigos yogues das montanhas do Himalaia.


No livro A Arte Cavalheiresca do Arqueiro Zen a palavra KOAN mostra que a aceitação vem por outra via diferente da razão. A intuição é o canal de iluminação e para isso a aceitação é o fundamento. A brincadeira do Koan testa a mente com frases duais como por exemplo" Se bater palmas sai um som, e qual é o som de uma palma?". "É preciso esvaziar a xícara antes de querer aprender mais." " Quando o arco é envergado o universo se curva. E não um simples arco que lança a flecha. É algo que lança a flecha no alvo" e assim vai.


Quando os problemas se multiplicam a tomada de decisão fica cada vez mais acirrada. Daí o melhor é aceitar. Erguer os pensamentos racionais para o que é descrito na filosofia yogue como a não-mente torna toda dificuldade muito menor e, ao mesmo tempo devolve a dose precisa de coragem para a superação dos limites calcados no medo.


Como diriam os praticante de yoga: Ishvara Pranidhana, o ato da entrega está na aceitação do movimento da vida e de suas várias forças.


A não aceitação dos estados recalcitrantes da mente acaba gerando dores e disfunções no organismo capazes de paralisar movimentos e torná-los patológicos.
Falarei mais sobre isso no próximo texto: A Cura de Certas Dores pela Ingestão de Água.

domingo, 16 de outubro de 2011

MOBILIZAR PESSOAS X MOBILIZAR A SI MESMO

O pouco que ouvi falar sobre estratégia interna de empresas me conquistou a atenção a partir de troca de experiências com alguns de meus pacientes. 


"O que motiva você não motiva, necessariamente os outros." 


"O comprometimento acontece de maneira mais eficaz quando as pessoas criam a história ou mitos sobre mudança."


Frases como estas me moveram para este universo tão carente de compreensão sobre outros processos não obstantes a do autoconhecimento.
Porque mobilizar pessoas depende disso.


A procura por agentes mobilizadores de uma mudança tanto dentro de uma empresa como também dentro de si mesmo está no processo conhecido como liderança.


Dentro da empresa quem faz a diferença na condição dos processos de mudança são aqueles de nível hierárquico inferior. E isto é um fato.
Por outro lado, quando este conhecimento prático empresarial é transferido para os níveis inferiores de si mesmo se descobre os fundamentos éticos do estar vivo: o Ser, o Sentir e o Agir. Ou seja, Pensar, Expressar e Movimentar. E aqui nasce a maior de todas as motivações.


Numa empresa descer o nível hierárquico significa aumentar as chances de comprometimento dos processos estratégicos.
No conhecer a si mesmo, descer ao nível mais baixo significa aceitar os próprios limites e agir de forma equilibrada.


Um pensamento empresarial diz que o dinheiro é a forma mais custosa de motivar as pessoas. Pequenas e inesperadas recompensas podem exercer um impacto muito mais positivo na motivação das pessoas. E isto é capaz de gerar comprometimento.

Para o autoconhecimento as recompensas para o si mesmo são aceitar a paz de espírito, aceitar a mudança dos tempos, aceitar a velocidade desta mudança, positivar os acontecimentos futuros, acreditar no que vem adiante é fruto do que se plantou, e acima de tudo respeitar o ritmo interno e externo da vida que transita do aprendizado à auto realização.


Entender como as pessoas podem ser mobilizadas para uma mudança não envolve pesquisa de mercado para se ter conhecimento do que as pessoas pensam, por exemplo, sobre liberdade. Mas sim ser livre. Liberdade é um estado natural que confia, compreende e direciona o Ser pelos belos caminhos da vida. E liberdade é autoconhecimento.


Qual é o senso prático disso? Não venho aqui convencer a ninguém. Que tal o compartilhar?
Boa Semana para Todos.

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

LIBERDADE

Minha liberdade termina onde a do outro começa .
Esta é uma das inúmeras frases chavão sobre liberdade que correspondem uma fração do que realmente ela pode vir a significar.


No entanto aplicando a ideia da frase para o ramo da medicina chamado fisioterapia, a liberdade do profissional ao exercer esta profissão o coloca rodeado por todas as outras especialidades. 


Um fisioterapeuta habilidoso na arte da anamnese é capaz de detectar diagnósticos ocultos além de programar prognósticos.


Esta capacidade é real porque a fisioterapia é a ciência médica mais primordial praticada por Hipócrates.
Hipócrates utilizava os recurso naturais, que são o fundamento da existência de vida na Terra, como fonte de cura. O fogo, calor, cauterização, fervura de medicamentos (tinturas) e outras infinidades de utilizações incluindo processos de visualizações de cura do cérebro;  a água como fonte também de calor nas conhecidas águas termais, talassoterapia. 


O sal da água como tônico de substâncias para o sangue, que nutrem o corpo pela difusão na pele de nutrientes. A utilização deste nutrientes  em poções e antídotos homegêneos e homeostásicos.
Os banhos e imersões, as bebidas como medicamentos diários utilizadas também com metais e sais minerais.


O elemento terra como catalizador e conservador de substâncias extraídas das folhas das plantas, das pedras e dos lodos. A argila e os cataplasmas realizados em feridas produziam efeitos bactericidas e vivificantes.
A eletricidade  veio mais tarde trazer outras utilizações naturais de fortalecimento e analgesia dos músculos e aos nervos. O toque terapêutico se desenvolve a partir do conhecimento dessa utilização dos eletro estimuladores dos nervos e fusos musculares.


Ao longo dos tempos esta visão muito mais que holística se tornaria holosférica.


A fisioterapia é uma ciência cujos profissionais tornam-se doutores das artes da alquimia. A Alquimia Postural, o que denota uma forma fundamental de enxergar a vida no corpo humano. A vida gerando saúde.


Esta liberdade entretanto, do poder manipular forças da natureza humana e elemental, tanto elétrica quanto dos elementos fundamentais da natureza, é uma liberdade de muita responsabilidade. Eu diria que quanto maior a liberdade maior a responsabilidade. E, como já é sabido, quanto maior a responsabilidade, maior o poder. Simples assim.


E não se esqueça! Diante quaisquer situação de dúvida ou medo diante da dor: Consulte antes um fisioterapeuta postural!
Postscript (medo diante da dor? Liberdade? Opa, isso dá um tema novo: O prazer gera dor? Ou melhor: Liberdade é uma forma de Ilusão?)

POSSO LEVANTAR DA PRIVADA?

Você já sentiu a coluna doer ao se levantar da privada?!
Pois é, este é mais um sintoma ligado as quase que infinitas causas da lombalgia como hérnia de disco, pinçamento de nervos, fraqueza muscular, constipação dos intestinos, gases intestinais.


Isso acontece porque os intestinos se encheram demais, por comer em demasia na noite passada.
Normalmente esta dor acontece no período da manhã antes ou depois do café da manhã. Ou ainda em qualquer horário do dia após acordar. Tudo isso somado a uma boa dose de estresse de trabalho diário, falta de ingestão de água, discussões, intestinos contipados. Ufa! Ô loco!


A prevenção desta dor está no modo de se alimentar e mastigar, na combinação horário da janta e sono, e no vencer aos poucos o sedentarismo.


Curar a dor e evitar uma cirurgia de coluna está em manter uma prática diária de exercícios posturais priorizando torções que alonguem glúteos e fortaleçam coxas, coluna e abdome. 


O importante é saber que existe a cura e que depende de algum empenho diário. Dê preferencia as orientações assistidas de um fisioterapeuta postural. 

SENSIBILIDADE FRAGMENTADA

O organismo diante a primeira cirurgia estética cria mecanismos de defesa que irão produzir mais gordura do que antes, levando muitas mulheres a uma sequência de cirurgias de abdome. Os exercícios posturais associados a relaxamentos e toques terapêuticos são antídotos contra este processo pouco desejável da formação de gordura, sendo uma opção para quem prefere se cuidar melhor.

A opção por cirurgia estética do abdome tem feito parte da vida das mulheres de todas as idades. Se por um lado satisfaz a aparência, pelo menos nos dois primeiros anos, por outro têm aniquilado a tranquilidade das noites de sono com pesadelos e sensação dos cortes cirúrgicos.


Pacientes relatam em consulta uma sensação fragmentada da postura junto a uma sensação de abdome aberto. Choros contidos e aumento na pertubação mental  são acolhidos durante uma consulta fisioterapeutica uma vez que estes relatos são elementos reais do efeito dos toques sutis.
O pós cirúrgico é sofrivel, e na intimidade da noite, sem auxílio fisioterapêutico, sente as dores que perturbam o sono por mais de oito meses após a cirurgia.


As sessões de fisioterapia de reequilíbrio postural, a  FRP pós cirúrgica serve para equilibrar estes incômodos e devolver a motilidade do tecido da pele, dos intestinos e da respiração, haja vista a dor também promove micro paralisias de proteção à dor

A prevenção contra estes ciclos cirúrgicos pode levar não só a uma mudança estética mais eficaz como também mostrar para a pessoa com disfunção um novo olhar para consigo próprio.
E lembre-se, diante as transformações do seu corpo ao longo dos anos: Consulte antes um fisioterapeuta postural.

terça-feira, 27 de setembro de 2011

PREVENÇÃO E ESTRESSE

Quando recebo um chamado de pacientes que sofreram algum tipo de injúria ou invalidez decorrente do estresse, fico com um sentimento de que ainda falta um longo caminho para as pessoas optarem pela prevenção.
Naturalmente que há diversos modos de informação sobre os riscos do estresse e do sedentarismo. Mas não parece ser um opção da maioria.
No entanto, digo que uma prática que leve o corpo a se movimentar de forma equilibrada, que acompanhe o estado emocional e respiratório, é de grande valia para a saúde.


Preocupações, delírios, justificativas. Corresponder às espectativas, querer sempre mais, manter falsas alegrias. Manter amizades por conveniência. Reter o medo por anos, reter magoa e orgulho.


Tudo isso deve ser considerado numa prática da postura porque pode ser a gota d'água. Pode ser uma faca de dois gumes onde por um lado obtêm-se um físico forte, consciente, lúcido e desperto. Por outro lado todo o intelecto recalcitrante em diversos locais do corpo se tornam um monstro desorientado.
Paciência, tolerância, mente desperta, atenção focada, resiliência.
Não estamos a sós neste caminho do autoconhecimento.

domingo, 25 de setembro de 2011

MUDANÇA DE ESTAÇÃO: O QUE MUDA NA POSTURA

Com o clima ainda seco, e o calor querendo aparecer, o começo da estação da primavera é um momento de entusiasmo. A primavera renova as esperanças e reforça os ideais de quem persiste em seu próprio talento.
No entanto alguma ansiedade pode estragar todo este êxtase de reequilíbrio psíquico causado pelo bem estar da primavera. Com isso o corpo padece. Alguns cuidados devem ser tomados para se evitar o aparecimento de dores nas costas e lumbagos.


Evitar dormir tarde e acordar cedo. Dê um tempo a mais para o sono. Não exiga acordar cedo se for dormir tarde. Dormiu tarde, acorda tarde. Dormiu cedo acorda cedo. No entanto os primeiros 3 dias de 7 deve-se respeitar o bio ritmo se o corpo pedir para dormir cedo e acordar tarde.


Ingestão de água antes do café da manhã é a salvação para os intestinos, que neste período sofre com a constipação da mudança de estação. A água ingerida em 400 ml antes do café restaura as células do corpo e previne gáses nos intestinos o que pode vir a ser uma das causas do lumbago.


Outra atenção deve ser para as frutas grelhadas no período da noite. Abacaxi na chapa quente de ferro pode ser um bom antídoto para o fígado cansado da bebida alcoólica. 
Cortando uma fatia grossa, de dois ou trés dedos de espessura, deixar na chapa quente por 4 minutos de cada lado em fogo médio. Depois em fogo brando tampar e esperar mais 4 minutos de cada lado novamente, e servir com bastante mel e canela. 


Pequenos atos podem reverter processos demorados de cura de pinçamentos nervos na coluna decorrentes de gases acumulados nos intestinos e má postura.


E anote: Em qualquer circunstância de dor, consulte antes um fisioterapeuta clínico.

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

DORES NO PESCOÇO E OMBROS: AS RELAÇÕES COM AS RETRAÇÕES DO DIAFRAGMA

Ligadas aos hábitos posturais adquiridos na primeira infância pela utilização de uma  ergonomia pouco apropriada das carteiras escolares, as dores de pescoço e ombros na fase adulta são devido a alfabetização precoce e a um ambiente onde o organismo não é bem trabalhado em suas funções de crescimento.


A retração do diafragma acompanha as fases de crescimento mantendo baixo o volume de inspiração dos pulmões e prejudicando o desenvolvimento postural da coluna ereta.


Na fase adulta padrões posturais provenientes da primeira infância são de difícil mobilização e descontração perante as práticas do corpo e dos treinamentos preventivos. 


Por outro lado o estímulo terapêutico dos nervos e articulações, o toque associado à respiração voluntária reorganiza o sistema muscular esquelético revertendo o quadro clínico de retrações e encurtamentos da postura antálgica.


O resultado é o alívio de uma sensação de desconforto e melhora da mobilidade. No plano psíquico o reequilíbrio da coordenação motora e melhor elaboração das memórias ligadas ao hábito de controlar e expandir o movimento.

terça-feira, 20 de setembro de 2011

MEDICINA DA MADRUGADA II

Doenças e desequilíbrios são corrigidos pelo corpo no período da madrugada. Cada período da madrugada a energia é concentrada em determinado órgão e víscera por 3 horas inteiras.
O asmático, por exemplo, vive suas piores crises no período que vai das 2h às 5h. principalmente se estiver com os intestinos cheios ou constipados.


Cada órgão reage com sua energia sobre uma víscera. A víscera dá e descarrega energias fisiológicas durante todo o dia. Porém na madrugada fecha um ciclo onde os laços bioenergéticos moleculares e cósmicos são preenchidos ou esvaziados.


Mesmo assim, se não houver outros cuidados no período do dia o organismo padece e encontra no desequilíbrio de posições antálgicas onde a parte sã do corpo doa energia para a parte desgastada. Este procedimento de emergência é gerado do mesmo modo em que o acúmulo de gordura prolifera diante do estresse e da estafa mal administrada.



quinta-feira, 15 de setembro de 2011

MEDICINA DA MADRUGADA I

Quando a saúde se desgasta em qualquer idade pode o homem ou mulher procurar uma forma de autocura.
Quando esta iniciativa ocorre é imprescindível o conhecimento desta tecnologia tão desconhecida que é o funcionamento do corpo humano.


Corpo, cérebro e órgãos internos. Vísceras e líquidos corpóreos. Massa fecal, excreções e secreções. Respiração e alimentação. O processo de sono e vigília. O abstrato e o funcional.
Tudo que o cérebro sente o corpo reage na devida proporção. Tanto de maneira densa como de modo sutil. Este conhecimento é o fundamento da prática de autocura.


Este tema refere-se a parte sutil, fisiológica pela qual age o reequilíbrio das forças do organismo como um todo. Estamos falando do movimento das energias do organismo durante a madrugada sobre os órgão vitais.


Conhecer e praticar este estado lúcido é o mesmo que reformar o subconsciente e também, iniciar um processo de transmutação natural dos paradigmas mentais. 


                       A lucidez dos processos naturais de circulação das energias dos órgãos internos na madrugada eleva o organismo a um patamar de saúde curadora.
Isso quando existir o hábito da auto observação e conhecimento.


                       O movimento das energias, dos flúidos e líquidos corporais são responsáveis pelo reparo de lesões causadas quase que sempre pelo estresse, pela má alimentação e pela má mastigação. No entanto a causa que gera a disfunção ou dor postural deve ser abandonada para haver o reparo.


Continua na próxima postagem... "... cada período da madrugada a energia é concentrada em determinado órgão e víscera por 3 horas inteiras..."

sábado, 10 de setembro de 2011

MENTE NEUTRA - COMO NÃO PENSAR NO BEM OU NO MAL

Neutralizar a mente é um desejo natural. Com a mente neutra o corpo descansa e o cérebro se renova em pensamentos e em neuro fisiologia.


Já é de conhecimento acadêmico que o pensamento direciona as células de defesa chamadas de glóbulos brancos. Uma mente neutra equilibra a homeostase do sangue.


Resultado disso, restaura os sistemas ampliando a saúde.
Concentrar-se em certos centros do tronco e da respiração torna a mente neutra.


A respiração ampliada por exemplo na região de S2, segunda vértebra do osso sacro reposiciona o centro de gravidade do corpo. Isto é sinônimo de menos gasto de energia para se manter em pé. Ou seja, mantém maiores condições de defesa do organismo.



domingo, 28 de agosto de 2011

ESTRESSE APOCALÍPTICO X TAREFAS DIÁRIAS

Muito do estresse está no biotipo músculo-esquelético do organismo.


A qualidade da musculatura e do esqueleto em circular sangue é um fator determinante na realização ou não de tarefas no dia-a-dia. Pais novos de filhos bebês normalmente perdem esta capacidade bem como pessoas comuns que passam por estresse constante. 
No pós nervosismo ou pós desentendimento e brigas o corpo sente e você mais ainda.


Papo loco. Fisiologia pura. Mas ainda há uma luz no fim do túnel pra entender estas questões.

Passar estressado sem movimentar o corpo, sem alimentar-se com uma mastigação correta,  sem dormir cedo se acorda cedo, sem beber 1,5 de água por meio período do dia, sem sorrir, sem respirar...


Respirar é fundamental. Mas como respirar com o ar poluído do jeito que tá? O negócio é pedir ajuda. E exercícios posturais passivos com massagens que incluam a coluna vertebral e a respiração, executados por um fisioterapeuta postural, melhoram a circulação e previnem uma série de doenças não só músculo-esqueléticas mas de todo o organismo.


Lembre-se: Consulte antes um Fisioterapeuta Clínico.







sexta-feira, 26 de agosto de 2011

NATUREZA CÓSMICA

Se me permitem caros leitores vou aqui dar um depoimento pessoal a respeito da vida espiritualizada.


Quando era garoto de nove anos de idade, pratiquei com minha avó materna o surya yoga que consistia em captar a luz ultravioleta do sol com as mãos, com a testa, com o peito e com a respiração.


Esta prática, ei de concordar com um amigo, um tanto atávica, vim recordá-la mais tarde com vinte e um anos de idade nos ensinamentos de raja yoga do mestre yogue Omram Michael Aivänhov.


Hoje, beirando os quarenta, percebi que havia deixado de lado toda esta importante prática acética, por assim dizer,  de modo que um sentimento um pouco mais pessimista em relação a natureza da vida humana tomara conta do meu ser agora materialista. 


Acredito que a natureza da vida humana está em tudo aquilo que louvamos como sendo amor em forma de luz. E isto é uma verdade porque somente assim o pergaminho da mente pode ser aberto. E, somente assim, podemos mantê-la aberta por mais tempo, mesmo diante ao caos da vida cotidiana. 


E se este caos é mesmo o reflexo daquilo que somos por dentro, mas se o que somos por dentro se tornar abertura e coerência, silêncio e rizo, diversão e aceitação dos erros,  então o cotidiano não mais será o que é hoje, e sim uma utopia realizável.

IMPERATIVO FEMININO

Nos novos tempos de hoje o feminino passa a ser a ordem da vida cotidiana. No entanto, o tom e jeito autoritário e arrogante permanecem neste princípio masculino de caráter de obrigação imperiosa.

Doenças masculinas se instalam em mulheres de poder e punhos fortes como, por exemplo, o derrame.

Saber do conhecer e do exercer cargos de visibilidade não é um desafio para a mulher. O maior desafio é transformar a arrogância em sabedoria, poder este inato na mulher.

A masculinização da mulher pelos cargos de comando são hoje uma máscara para os homens incessíveis, refratários ao feminino de si mesmo.

O perigoso desta máscara é impregnar e grudar e deixar adoecer e esquecer sua própria identidade acolhedora, sensual, austera, compreensiva da natureza humana.


quinta-feira, 18 de agosto de 2011

NASCIMENTO E MORTE: O PORQUÊ DE NÃO SER CONSIDERADO ALGO NATURAL.

Tantos são os conflitos deste assunto que pretendo focalizar somente seu aspecto natural descartando os casos que envolvem cuidados especiais.


A morte e o nascimento não são mais testemunhados em nossa sociedade atual.


Morrem e nascem em hospitais aos cuidados de especialistas. Doentes ou não doentes.


O medo do nascimento e da morte é tão comum quanto o medo dos fenômenos da natureza.


Afinal morrer e nascer são fenômenos da natureza, ou não são?
A aproximação da morte natural vem com a idade avançada, e o medo acompanha aquele que a atinge, e a todos os próximos candidatos familiares.
Assim também é com o parto. Sabe-se que virá a hora, mas não se conhece exatamente quando.
Isso perturba a pseudo-ciência médica tradicional que trabalha com resultados e números.


Isto perturba a mente amedrontada de quem permanece escondido atrás duma pseudo-lógica, acostumado a pensar estatisticamente sem considerar o movimento da vida no universo infinito.


A realidade é que estamos entregues a algo desconhecido, de um mecanismo nada mecânico, de um círculo que aparenta ser bidimensional. Onde está a resposta é o que torna todos os seres iguais. Sabe disso quem passou perto de morrer. Seja por uma doença grave, seja por arriscar a vida no limite da resistência física.


Uma coisa é certa, a humanidade compartilha da mesma dor. Da dor de não aceitar a imortalidade do Ser.

segunda-feira, 27 de junho de 2011

POSTURA ERETA

Como já dizia o ditado: "Tudo é uma questão de se sentar, erguer a coluna e silenciar a mente".


A postura sentada não é algo simples de se executar. São várias as posições sentadas e dentre elas somente uma se destaca. Sentar em posição de lótus, ou posição do índio é uma tarefa para poucos.


Minhas experiências como praticante de meditação têm me mostrado o quão importante e delicada é esta postura para o silenciar da mente.


No entanto o aparecimento de certas dores na posição de lótus é algo natural para o praticante ocidental haja vista a criança à  partir dos 8 anos não é incentivada a se sentar nesta posição de maneira confortável e aquecida, protegida do frio do chão e posicionada num ângulo confortável de quadril.


Esta condição de ignorância ergonômica leva ao desinteresse da postura uma vez que se torna mais atraente os móveis como sofás e poltronas não projetadas para tal posição.


A triangulação da postura sentada, ou a posição de lótus, mostra então ao adulto a dificuldade postural da falta de treinamento na infância.


A grande importância desta posição esta no prolongamento da saúde no corpo bem como da jovialidade.
Contudo, a saúde adquirida de tais práticas são consequência de um atitude de estar em silêncio e acima de tudo de tornar-se o silêncio.


Mas o que é tornar-se o silêncio?  É estabelecer uma disciplina natural diária pela simples vontade de silenciar. Qual a importância de tudo isso para minha vida? A importância desta atitude está na existência de uma ética natural percebida no silêncio da mente. Esta ética é a ligação de vida entre todos os seres.

terça-feira, 14 de junho de 2011

A SÉRIA COMÉDIA DA VIDA

Estar consciente em boa parte dos movimentos do corpo e da mente, atos e pensamentos e julgamentos já é suficiente para a criação de soluções comportamentais e a acima de tudo a disposição para encontrar outras maneiras de fluir no conflito.


Mas a miséria deste processo de transformação está na auto sabotagem de negar a memória do conflito. Negar o fato e abafá-lo internamente, até ele vir à tona em momento de exaustão.


Quando a decisão é por encarar de frente o problema e, decide percorrer a dura estrada da aceitação, o novo olhar se torna presente, consistente, firme a cada passo. 


A decisão tomada reverte a movimentação da postura corporal, da postura mental diante às barreiras futuras, e revela o mais interessante jeito de se relacionar com novas pessoas e um novo jeito de se relacionar com as antigas.


Aqui termina o conflito. E outro novos conflitos aparecem com mais altura, quem sabe até com novas sensações. Que venham os problemas!!!!

sexta-feira, 10 de junho de 2011

O QUE JESUS TEM A VER COM A PRÁTICA POSTURAL

O corpo humano possui um sistema sutil de circulação das energias da respiração.
No Oriente, os indianos denominaram de ventos as energias circulantes pelo corpo.

Estes ventos criam no corpo canais, esferas e fortices.
Duas esferas principais de movimento: a esfera do baixo ventre ou esfera do centro de gravidade do corpo; e a esfera do tórax localizado no meio do peito.


Estas duas esferas de movimento formam um eixo pivotante o que coloca a cabeça em contato com os pés.


A postura bípede exige certo trato de movimento que ultrapassa a estética e a tão equivocada busca pela hipertrofia muscular.
O tônus postural da musculatura que mantém o corpo em pé chamados de músculos anti-gravitacionais, mantém a coluna facilmente ereta quando os centros esféricos são sutilmente trabalhados .


Existe um terceiro centro esférico que é óbvio e evidente, a cabeça.


No entanto a prática corporal dos centros esféricos está afinada com três grandes fontes de energias, que quando trabalhados e percebidos com consciência dessa ligação aumenta os potenciais de cura e de reequilíbrio da postura. A respiração natural indica esse caminho de integração.


Jesus, o mestre yogue do autoconhecimento ensina que autoconhecimento é um compartilhar de experiências com pessoas e também com os centros de energias.


Conhece-te a ti mesmo. A primeira prática de autoconhecimento dos centros esféricos são as famosas orações corporais quando a respiração comunga com as energias do centro da Terra, da atmosfera terrestre, do ar, do cosmos, e da  luz das estrelas. 


Esta respiração energética dos três centros esféricos com as três fontes de vida do corpo integra o Ser no mundo em que vive. Resplandece daí brilho no olhar e pés firmes no chão! Estar inteiramente presente no corpo e no estado de Si Mesmo é agir conforme o influxo do discernimento e do não julgo.

Como diria Sócrates, o filósofo grego, "Só sei que nada sei". 

quinta-feira, 2 de junho de 2011

VIDA DE EXECUTIVO E O REEQUILÍBRIO POSTURAL


Pensamos demasiadamente
Sentimos muito pouco
Necessitamos mais de humildade
Que de máquinas.
Mais de bondade e ternura
Que de inteligência.
Sem isso,
A vida se tornará violenta e
Tudo se perderá.
Charles Chaplin

O árduo caminho, trilhado por diretores e presidentes de uma empresa estabelece certas regras implacáveis para a saúde. Regras estas que ultrapassam os seus desejos e vontades e que podem fazer do executivo uma pessoa amarga e doente.
A imensa responsabilidade pelo cotidiano de muitas pessoas o coloca numa condição de muita visibilidade o que necessariamente altera sua personalidade.
Tais cargos de destaque e visibilidade exigem um jeito certo de lidar com a comunicação direta, o que aumenta a carga de estresse fisiológico e psiquico. Segundo Albert Mehrabian, professor de psicologia da Universidade da Califórnia de L.A. o movimento postural do corpo representa 55% da comunicação direta. 7% está para a palavra e 38% para o tom de voz. Ou seja, a postura e o gesto corporal expressos enquanto se fala, comunicam mais que o discurso.
Para acontecer o equilíbrio corporal do gesto e da postura com aquilo que esta sendo dito é preciso uma boa dose de autoconhecimento. Este processo psícofísico de autoconhecimento está inteiramente ligada a geração de saúde. 
O lado B, o medo, a insegurança e a falta de conhecimento de simples processos de meditação resulta numa perda de movimentação postural, o que significa perda da expressão e consequentemente a perda de uma comunicação eficiente, sucinta e humanizada.


Neste caso, acontece a debilidade corporal pela paralisia dos movimentos do corpo, da respiração e da mente e às doenças psicosomáticas.
Isso é apenas o começo porque o equilíbrio corporal também depende do diálogo abstrato da mente com algo ainda mais sutil, e pouco compreendido, que está na alma do ser humano: o ser observador, o eu superior. 
Para todos nós procede dessa forma. Entretanto, para alguém que ocupa um cargo de destaque faz toda a diferença tanto para saúde como para uma comunicação direta eficiente.

Para tanto deve-se saber que existe uma via psicossomática e outra somato-psíquica: o Observador dialoga com a mente e condiciona o corpo - psicossomática. O corpo dialoga com a mente pedindo mais atenção do observador.
Este processo de autoconhecimento cria diversos momentos de saúde para o corpo. Em nível mais profundo assume o comando de sua própria vida.
O ser observador utiliza a mente e o corpo para gerar de forma natural o equilíbrio das possíveis doenças ou enfermidades ligadas a contradições do pensamento, dos sentidos e das ações, e também em âmbito social revela sua majestosa atuação. Este resultado depende do hábito de meditar.
A vida do executivo está numa condição semelhante a de um clown porque quando desperto e concentrado na tarefa não perde o foco de si mesmo, e realiza a transformação com maestria.

sábado, 28 de maio de 2011

NA EMINÊNCIA DA "QUASE" MORTE

Em nossa sociedade dois sistemas do corpo humano são os mais solicitados, e ao mesmo tempo adorados: o sistema reprodutor/excretor, e o sistema disgestório/vocal.


Falar e comer, sexo e prisão de ventre, gastrite e dores de cabeça, insônia e bulimia são alguns aspectos muitos familiares atualmente.


Estes sistemas são exageradamente utilizados haja vista os sinais e sintomas à saúde.


Existe um termo na Espanha utilizado para pessoas muito famosas ou pessoas de muita visibilidade chamado de caganer. O termo é utilizado no intuito de mostrar que diante as maiores dificuldades e desafios o caganer não abre mão de  abaixar as calças e cagar. Esse é uma atitude mental fundamental para um bom líder porque quando enfezado não há raciocínio ou atitude equilibrada, reta-atitude.


Para se ter uma reta-ação é necessário estar disponível ao reto! Isso é desapego. Mas não! A sociedade é apegada, é viciada em ter, consumir, procriar, gastar, produzir, engolir sem mastigar, obter, ter, ter,ter. Daí a prisão de ventre. Ter, reter, magoar... .


Tudo isso é uma merda no sentido literal da palavra. 
Há quem saiba e pratique o Ser antes de ter. E acredito que começa a crescer essa postura de pensamento.


A busca somente por bens materiais, reconhecimento e apego parece ser uma fuga do grande medo: o medo da chegada da morte. A quase morte é aquela que nos coloca a par de nossa fragilidade como seres humanos. Aceitar e expor esta fragilidade é uma sabedoria que se faz urgente atualmente. O hábito amedrontado de negação dos potenciais de aceitação das dificuldades e limites da vida cria uma situação em que o desgaste físico é tão grande que aí é que ela chega mais rápido mesmo. É preciso dosar o ritmo das coisas, dos entra e sai da vida, do contrai e relaxa, do inspirar e expirar. 


É preciso saber disso e praticar porque há outros sistemas para se vivenciar que estão no mínimo atrofiados.