segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

SÍNDROME DA DISFUNÇÃO ASSOCIADA A BAIXA ENERGIA


Meu nome é André Tannus sou fisioterapeuta e sócio-diretor da MUKTI Consultório de Saúde Postural e Bem Estar, empresa  fundada em 2004 com o propósito de expandir os conhecimentos de novas Tecnologias de Exercícios Interativos para uma Fisiologia do Exercício para pessoas com disfunções posturais.


O que vou mostrar hoje é um modelo conceitual do que se aprendeu em literatura e em pesquisa por tratamentos no consultório. O que se constatou foi algo como uma Síndrome da Disfunção Associada a uma Baixa Energia. Esta é uma síndrome proveniente de uma falta de atividade física durante o dia e durante a semana.


Esta síndrome é causada por dois conjuntos antecedentes. O primeiro conjunto são antecedentes pessoais que se associam a prejuízos associados com a disfunção postural.  Possui condições secundárias, tais como dor e fadiga, estado de redução de emprego, depressão e obesidade bem como outra categoria que lida com a associação sobre o envelhecimento e a disfunção postural. Todos eles levam a um quadro de inatividade física. 


O segundo conjunto de antecedentes incluem fatores ambientais, tais como instalações, falta de acesso a equipamentos adequados, comunidades mal projetadas, e as questões políticas de acesso à transporte e saúde à comunidade.

Ambos os conjuntos de antecedentes levam a esse alto índice de inatividade física e baixa energia à partir de uma cadeia de eventos fisiológicos que levam à sarcopenia e a obesidade. Sarcopenia e obesidade, em seguida, são transcritos para um menor gasto energético de repouso no qual há diminuição do gasto energético total, um ciclo vicioso de baixo gasto energético, o que significa consumo de mais calorias que ficam armazenadas na forma de gordura. Níveis de baixa atividade resultam em altas taxas de sarcopenia. 


Duas vias de saúde abatida ou revigorada.

A primeira via a ser considerada vem da diminuição global de exercícios físicos o que leva à diminuição do equilíbrio, aumento do risco de quedas, e imobilização. Tudo isso junto leva a uma diminuição da função física e incapacidade para realizar atividades da vida diária.


A segunda via, a cardiovascular e os fatores de risco metabólicos. Estes incluem coisa como diminuição da sensibilidade à insulina, aumento da osteopenia, aumento perda de lipídios significando o aumento da morbidade cardiovascular. Tanto a diminuição da função física quanto o aumento da mobilidade cardiovascular são consequências de um comportamento sedentário o que agrava o quadro clínico ainda mais e, agora, começa a haver do outro lado da equação também uma diminuição do gasto energético total.



O foco principal da MUKTI é reverter os efeitos deletérios desta Síndrome da Disfunção Associada à Baixa Energia em pessoas com disfunção postural. É certamente uma necessidade de grande importância hoje para promover a saúde e o bem-estar através da otimização de exercícios de bem-estar e de programas fisioterapêuticos de dieta e saúde.

sábado, 25 de fevereiro de 2012

SAÚDE E QUALIDADE DE VIDA. REVERTENDO O BRUXISMO

Para àqueles que não conhecem sobre o assunto, ou nunca ouviram falar do bruxismo, fique sabendo que nada tem a ver com bruxaria! Bruxismo ou briquismo do espanhol, ponto de brica ou ponto de cisão de um material, é uma disfunção da mandíbula cujo sujeito se torna mordedor de seus próprios dentes. A auto-mordida de um dente sobre o outro ocorre por diversas causas, porém todas estas causas são psicofísicas ou psicossomáticas.

A cura deste mal está primeiramente na tomada de consciência dos sistemas envolvidos. Tecnicamente, o Sistema Estomatognático é o principal sistema envolvido.


O ato neurológico do bruxismo está diretamente ligado à mandíbula, ao esôfago, ao estomago e ao diafragma da respiração, o que compõe tal sistema.  Outras estruturas nervosas e glandulares também estão envolvidas e o reequilíbrio deste delicado sistema depende unicamente do modo com que a pessoa lida com a ansiedade.


Ansiedade e bruxismo estão intimamente ligados. No entanto a palavra ansiedade integra os mais diversos nichos da vida. Na expressão do sexo e da sexualidade, do sex-appeal à auto-estima, da vaidade à inveja e o ódio. A Ansiedade contém uma série de razões indeterminadas o que dificulta o aparecimento da causa para o tratamento.


Assim como o medo, a ansiedade é  uma emoção que interfere no modo de agir do mundo interno e das relações.O bruxismo é um movimento brutal da mandíbula que denuncia uma pressão emocional semelhante à de um vulcão buscando forças para a erupção. Às vezes, a erupção leva alguns anos para acontecer. Neste processo de má digestão emocional a fratura de um dente pode ser inevitável.
O tratamento convencional é o uso de placa dentária o que na verdade proteje os dentes contra o ponto de brica. Ela é utilizada durante o sono porém muitos bruximos ocorrem também no período diurno. Outros casos ocorrem tanto no período diurno quanto no noturno.


Outras formas de tratamento inclui uma técnica específica de fisioterapia chamada crânio-sacral. O toque em pontos álgicos da face é chamada de massagem senso-perceptiva. Desse modo, a intervenção do fisioterapeuta pode ser crucial na forma como o ato de ranger de dentes pode encontrar a cura.
O tratamento é longo. Leva em média oito meses, por duas vezes na semana. Exercícios posturais estão inclusos no plano de tratamento uma vez que a coluna vertebral e o aparelho estomatognático possuem íntima ligação com o diafragma da respiração.


Não obstante, o bruxismo, além de possuir fundo emocional com as emoções da ansiedade e do medo,  o centro de gravidade do corpo humano localizado na base da coluna sofre disfunções de  movimento o que, possivelmente, o quadro clínico poderá ser re-examinado por avaliações posturais em diversas posições, do em pé ao sentado. Do andar ao cochilar. Do se comunicar com o corpo e até com o manifestar de sentimentos na fala e na respiração.

Contudo, a avaliação periódica e a anamnese são fontes de redirecionamento do tratamento fisioterapêutico no bruxismo. A reorganização postural e os exercícios voltados ao reposicionamento do centro de gravidade dessensibiliza o sistema estomatognático, o que interfere diretamente no estímulo dos nervos sobre o ranger de dentes. Quando os dentes ainda estiverem preservados, a massagem tanto de coluna quanto da face são restauradores naturais das disfunções causadas pelo bruxismo.
E lembre-se, em caso de dúvidas Consulte antes um fisioterapeuta postural. 

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

SAÚDE E QUALIDADE DE VIDA. REVERTENDO PROBLEMAS DE COLUNA


No Brasil, diferentemente do Japão cujo hábito postural se vale no Tai Chi Chuan, manter a produtividade e associar atividades físicas, pausas no trabalho e ainda exercícios de relaxamento e respiração tem sido uma utopia no dia-a-dia da empresa. “Fala-se muito e faz-se pouco” disse a mim o diretor-presidente de uma multi nacional quando falávamos sobre SQV – Saúde e Qualidade de Vida. A ideia da criação de um ambiente de bem estar com quick massage, yoga ou até mesmo com altar ecumênico têm sido mal gerido, o que acaba por haver desinteresse dos colaboradores, e ainda pior, o aumento de gastos com um espaço ocioso. Ginástica laboral então, nem pensar! A adesão hoje é tão baixa que nem cabe mais insistir em falar sobre a importância fisiológica da atividade física para a saúde.


A palavra ginástica não é mais adequada para exercícios que prometem reverter quadros clínicos de disfunções posturais do labor. Atualmente, outros recursos tecnológicos ergonômico-posturais têm sido estudados por instituições como a NASA no intuito de encontrar meios de reverter problemas fisiológicos da inatividade física. Um novo panorama dentro das organizações está para ser criado, haja vista a cultura brasileira não carrega hábitos posturais, oposto a cultura milenar dos japoneses.


Apesar do evidente fracasso da fisioterapia em organizar atividades físicas posturais para o dia-a-dia, e de educadores físicos tendo se inserido nesse mercado, e também fracassado em se valerem da ginástica laboral como uma atividade física desconectada do quadro clínico de disfunção postural, novas soluções para o bem estar chegam ao Brasil.


Dos estudos práticos e técnicos da minha profissão de fisioterapeuta postural desenvolvi uma série de produtos ergonômico-posturais. Um deles, o ErgoBench® que possui acento e encosto inovadores e reverte quadros de disfunções posturais além de tratá-las apenas ao se sentar no banco.


A disfunção postural como hérnia de disco lombar, cervicalgias, dores e tendinopatias dentre outras inúmeras disfunções da postura do labor são cuidadas por novos estudos e tecnologias oriundas dos Estados Unidos, Rússia e Finlândia o que dão maior repertório e respaldo científico para o desenvolvimento destes móveis e de novos programas de saúde.
Aqui no Brasil, o ErgoBench® proporciona ao usuário um efeito instantâneo de ampliação da saúde e, ao mesmo tempo,  otimiza o espaço físico da empresa podendo substituir a cadeira de escritório. O ErgoBench® é o espaço mínimo de realização de exercícios, além de dar conforto para o uso do teclado. O programa inclui movimentos que são transmitidos via screensaver. 


A possibilidade da criação de salas de reuniões montadas em cima deste conceito inovador de bem estar reduz o estresse das horas de trabalho e prolonga a saúde e a criatividade do colaborador.


Hábitos de saúde precisam ser estimulados fora do ambiente de trabalho. No entanto, a ergonomia elaborada para cura de disfunções posturais deve ser disponibilizada aos colaboradores como incentivo à prática diária da postura. Com o tempo, quem sabe, uma nova mentalidade de prevenção e de hábitos posturais possa nascer numa cultura tão massacrada pelo ideal de ordem e o progresso, custe o que custar.


André Tannus é fisioterapeuta postural, especializado em disfunções da mandíbula, do crânio e da coluna. Sócio-diretor da MUKTI – Saúde Postural e Bem Estar, desenvolve produtos ergonômico-posturais e tratamentos para pessoas com disfunções posturais.
FRP® - Fisioterapia de Reequilíbrio Postural
ErgoBench® - reequilíbrio constante e conforto no trabalho. 
Comente e compartilhe o blog: www.andretannus.blogspot.com
www.andre.site.med.br 
Skype: tannus.andre
Email. tannus.andre@gmail.com
Cel. +5511 8377.8820
Lembre-se: Consulte antes um fisioterapeuta postural.