segunda-feira, 30 de abril de 2012

QUANDO O LIMITE É A ALMA

Um conhecimento oriental dos sábios rishis da Índia antiga definia a existência de um lugar além do certo e do errado.
Lá, podia-se viver num estado de consciência onde  se teria noção de coisas inimagináveis. A integração com este estado pouco habitado pela consciência no dia-a-dia atribulado, na verdade começa quando se define o hábito do bem estar como sendo uma higiene pessoal. 

bem estar como uma conduta de vida, e não filosofia de vida como dizem por aí, leva o praticante a alcançar mais conhecimento sobre a vida.

O conhecimento quando adquirido a partir da experiência de vida; o autocontrole, a auto estima e os auto cuidados, agora eleva a consciência, com o devido tempo, em ação sábia.

Saber é bom. Melhor é a sabedoria. Neste novo estado de consciência, para não mais delongas, se percebe vivo um 4° elemento da relação bem estar-conhecimento-sabedoria.


O 4° elemento é você. Eu sou em mim. E somente eu posso dar a mim mesmo o melhor!
Aqui, a consciência é movimentada por um Ser que habita também outros lugares de existência no cosmos. O influxo dessa nova Consciência pode realmente transmutar o ser humano tornando-nos supra-humanos.

13 FUNDAMENTOS PARA PRATICAR EXERCÍCIOS E MELHORAR DORES DE COLUNA.

Os exercícios posturais são praticas que fortalecem o movimento e ao mesmo tempo desenvolvem endurance, resistência contra lesões. 


Por outro lado, quando praticado exageradamente, de forma a controlar todo o processo, perde-se a sensibilidade tão importante para o desenvolvimento de um vida saudável e longínqua. 


Os exercícios posturais aqui propostos vão ao encontro ao desenvolvimento de um corpo resistente aos intemperes diários, a uma respiração naturalmente livre de tensões acumuladas do estresse, e de um cérebro devidamente vascularizado, bem como uma mente limpa de tensões do medo e de angústia. Ou seja, pare de praticar sua atividade física de modo tenso, brigando com sua naturalidade, e se entregue ao movimento natural de reorganização da postura e reequilíbrio dos sistemas mais sutis, ligados à respiração e ao cérebro.
  1. Todo o exercício consiste em ajeitar o centro de gravidade do corpo sobre os pés.
  2. Ao ajeitar o centro de gravidade ocorrerá um suspiro. Aí começa o movimento da respiração contínua.
  3. Acabar com os suspiros, equilibrando o centro de gravidade sempre que o perceber fora do eixo com os pés.
  4. O modo mais direto de se equilibrar o centro, e assim a respiração, está no espreguiçamento.
  5. Espreguiçar durante os exercícios principalmente quando se muda de posição.
  6. Deslocar o centro de gravidade em todos os movimentos para devolver ao organismo a função, o equilíbrio e a força, até chegar ao potencial natural de autocura de disfunções da coluna.
  7. Buscar o equilíbrio do jogo de tensão e relaxamento dos músculos durante o ato de espreguiçar, para devolver o tônus postural para a musculatura da coluna.
  8. Devolver o tônus é sinônimo de saúde integral.
  9. Praticar também sempre que se sentir fragilizado.
  10. Pegar leve com a dor, buscando repetir movimentos com a respiração contínua.
  11. Dar o descanso entre uma série e outra, bem como hidratar o corpo antes e depois da prática.
  12. Ficar atento para o deslocamento do centro de gravidade nos hábitos cotidianos.
  13. Para se lidar com o medo e a angústia, lembrar durante o exercício de elevar a mente às três forças primordiais de energia do organismo: centro da Terra, o ar atmosférico, e o cosmos. A vida cuida de você. Basta se ligar diretamente a fonte de vida e deixar as energias circularem dentro do corpo junto da respiração. Assim, se obtém o máximo de proveito da prática postural.

domingo, 29 de abril de 2012

QUANDO A VIDA PEDE NOVOS HÁBITOS

É sempre mais fácil incluir um hábito novo e correto em nosso sistema neuro muscular do que excluir um incorreto. 


Todos sentimos a necessidade de parar de vez em quando, de sentir apenas que existimos. 


Se nesses momentos não paramos, o nosso corpo  encarrega-se de fazê-lo por nós. 


Às vezes, é preciso parar e redescobrir a serenidade, o prazer simplesmente de ser.


Por exemplo, quando estamos vindo de um ritmo  intenso de trabalho e sobrecarga de estresse onde o sono e a alimentação acontece sem o devido cuidado e atenção, um resfriado e a queda de imunidade acontecem como uma medida de emergência do organismo para fazê-lo parar e permitir tempo para o repouso.


Quando uma simples pausa poderia reverte o estresse do dia. Brincar com a saúde assim é o mesmo que acabar com o potencial de auto ajuste do organismo. Isso significa uma velhice precoce.


Com hábitos posturais a mesma coisa acontece. 
Ganhar um hábito postural depende basicamente do espreguiçamento. Então qualquer um pode fazer. Certo? Errado. 
Grande parte da pessoas que somatizam dores, acabam perdendo o poder de se espreguiçar. Neste caso precisam de preliminares, de certos ajustes para voltar a atividade física e, ao mesmo tempo, acabar com as dores crônicas de coluna.


Na maior parte dos casos é mais efetivo acrescentar uma prática nova ou uma atenção especial para a alimentação, ou inserir um exercício respiratório antes de dormir, do que mexer com os hábitos já consagrados do dia-a-dia. E o efeito positivo dessa incorporação de hábitos, na qual encontra a saúde do organismo, produz resultados positivos, além de levantar a autoestima porque a pessoa não se coloca em situação de deixar de fazer algo que já faz parte do modus operandi.


sábado, 28 de abril de 2012

O PROBLEMA DO LABOR

O labor amassa a postura. Esta é uma realidade. A pessoa se adapta aos móveis e instrumentos do ofício e assim, paralisa movimentos e condiciona outros. O corpo se molda, se entorta de acordo às condições extremas do labor, seja no escritório, seja na oficina mecânica, gerando disfunções, o que pode ser considerado uma das causas para o aparecimento de uma doença aparentemente não ligada a postura.

Outro efeito do trabalho nas pessoas esta no modo como nos relacionamos uns com os outros. Temos nos comunicado através de máscaras ou imagens exigidas socialmente.
Colamos nossa imagem pessoal, a reduzimos e a identificamos na atividade que exercemos como profissional: um técnico, um título, um ícone mundial, um global.

Quando a pessoa se identifica com sua atividade profissional então ela é o labor. Daí, perde-se o poder de espontaneidade, de criação, de insight. - que preservam e garantem a unicidade e especificidade de cada um.
A barriga cresce, as juntas se enfraquecem, evolui-se para a obesidade, sarcopenia, osteopenia, osteoporose, hipertensão, diabetes, glaucoma, hérnia de disco vertebral, rugas, calvície, bruxismo, gastrite, fotofobia, depressão, dor, escoliose, hiper extensão dos joelhos, ou seja, disfunção.
Doenças como câncer, cardiopatias, vasculopatias, envolvem causas mais complexas e o labor é uma delas.

Existem outras características que levam a disfunções no labor. Ar condicionado, por exemplo. Respirar num escritório é quase impossível. O ar seco e viciado impossibilita uma respiração profunda. Os móveis tentam ser ergonômicos mas não são. O estudo ergonômico da postura deve levar em consideração além do corpo, a mente e os afetos.

Uma outra característica, mais sutil, está no estresse. O mau condicionamento da postura no ambiente de trabalho, em resposta as condições exigidas do organismo para o labor, cria dificuldades na reação positiva diante o estresse.

Móveis inovadores como o ErgoBench atuam em áreas corporais vitais para a respiração, a ponte para a mente e emoções. Quando exercitamos o sentar corretamente, a respiração recobra sua forças e a autoconfiança revigora.

O ErgoBench tem esta promessa de reaver o estado natural da postura para melhor desenvolvimento da resiliência postural.
 Acesse:  http://andretannus.blogspot.com.br/2012/04/habitos-culturais-e-de-postura-que.html e deixe seu comentário, Siga e compartilhe.


sábado, 14 de abril de 2012

OUTROS NOVOS HÁBITOS COM RELAÇÃO DIRETA NA PRODUTIVIDADE.

A Linha de produtos ErgoBench surge para facilitar a vida cotidiana de pessoas com ou sem disfunção da postura. Bom é prevenir, melhor é cuidar de si mesmo.

O corpo precisa de reequilíbrio constante baseado em práticas diárias, com a correta ergonomia.   Este hábito, não se aprende só dentro de uma empresa, mas no conforto do seu próprio lar.

Padrões corporais que levam a disfunções como as crises de coluna, dores nas costas, ombros, joelhos, hipertensão, diabetes, abdome globoso, dentre outras pouco associadas à fisioterapia como bruxismo, incontinência urinária, inflamações nervosas e insônia; têm sua origem além da genética, nos hábitos do dia-a-dia e na falta de um ambiente que considere as necessidades posturais do organismo.

Tomar um banho e se alongar quando se está cansado ao invés de assistir televisão.
Beber água em jejum, não ingerir nenhum tipo de líquido durante a refeição. Usar menos açucares durante o dia e mais óleos e carboidratos derivados de sementes e frutas secas.
Observar e otimizar a respiração. Reservar um momento do dia para atividade física. Atentar para o modo como se senta, levanta e caminha.
Investir em móveis e aparelhos que vão ao encontro as urgências do corpo.
Enfim, existe uma infinidade de práticas que podem ser incorporadas, sem necessariamente modificar os hábitos já consagrados característicos de cada família.

O fisioterapeuta postural hoje é o profissional mais qualificado para orientação e tratamento desse quadro clínico da sociedade atual. Práticas de auto cuidado posturais associado ao uso de produtos ergonômicos tem transformado a saúde de um maior número de pessoas.

Partindo de um simples espreguiçar à orientações ergonômicas no dia-a-dia, a FRP - fisioterapia de reequilíbrio postural  é uma técnica que viabiliza o retorno da função de todo o corpo, dá suporte a estabilidade emocional nos trabalhos com a respiração e melhora da circulação cerebral e postural tanto com o auxílio dos produtos ErgoBench quanto com os exercícios gerais e personalizados.

Estudos da RecTec, empresa norte americana detentora dos estudos da fisioterapia e da engenharia da NASA e da ESA, tem realizado congressos de saúde voltado às pessoas com disfunção naquele país, que possui um índice altíssimo de obesidade mórbida.

Estes estudos chegam aos fisioterapeutas brasileiros como um documento que valida a atuação da fisioterapia postural como catalizadora de práticas reais de auto cuidado com a saúde. O que é chamado de Síndrome da Disfunção por Baixa Energia nada mais é do que efeitos deletérios causados pelo sedentarismo, estresse mal administrado e falta de hábitos de auto cuidado com a postura.

Aqueles que já aderiram aos novos hábitos posturais dentro de casa podem incorporá-los também no ambiente de trabalho. Talvez um ambiente ergonomicamente pensado dentro da empresa possa vir a enriquecer ainda mais o trabalho preventivo que é sinônimo de maior produtividade. Até que isso se concretize as pessoa devem ter como porto seguro o seu lar e sua intimidade preservadas.

sexta-feira, 13 de abril de 2012

13 de cabeça!

Aquele cara é treze de cabeça! Aqui não vou falar de política, não. Tô  muito desgostoso com a política destes anos. Chega de ir às urnas. Bem, não vou falar de política, afinal superestimam a inteligência do eleitor com aquele Jingles...
Ô loco! Chega de ir às urnas. Se 50% da população não votar, adeus corrupção e hipocrisia.

Enfim, o que estou para dizer realmente é que o 13 nos lembra da esperança de nossos corações de que tudo volta do início, como o Uroborus.

E que experiência extraordinária é a vida, quando se revive o que uns chamam inferno astral, eu chamo de rememoração pré re-encarnatória junto com as lembranças de infância e adolescência.

 "Nada poderá me atingir. Em minha casa não haverá doenças nem desavenças. Pois o Senhor deu ordens aos anjos para que guarde Seu filho por onde quer que ele caminhe."


Om Tat Sat. Sat Chitta Ananda.



quinta-feira, 12 de abril de 2012

O CONTROVERSO ALINHAMENTO DOS CHACRAS

No estudo de bioenergia praticado aqui em São Paulo, na capital, aprende-se em grupos de estudos conduzidos por filósofos e pesquisadores na área de chacras e bioenergia a profunda grandeza da experiência auto aplicada deste fabuloso corpo de luz chamado duplo etérico.


Tenho aprendido a ser categórico com os vídeos no youtube do filósofo e admirado cidadão, o professor Mario Sergio Cortella.


Categórico e também de categoria mesmo no termo da palavra, habilidoso, à respeito da definição que se pode ter daquilo que chamamos de vida.


A aproximação de hábitos de autoconhecimento na vida cotidiana dita uma verdade íntima para todos nós: o amor é a única realidade.


E por quê não imergir naquilo que desconhecemos quando o que está em jogo é o amor?


Enfim, a prática dos chacras é uma prática de amor. Um autocuidado que deve ser incorporado nos hábitos de higiene pessoal. Ao longo de dez anos trabalhando os chacras e me aprofundando no que se intitula os estudos de bioenergia yogue, das pétalas de lótus, o brilho e o movimento destes sensíveis centro de energias são elixires de um novo mundo. 


O alinhamento dos chacras pode ser feito de Si mesmo para si mesmo, de um para o outro, ou de si mesmo para o coletivo. 


O coletivo é a terceira realidade de existência quando se trabalha o autoconhecimento.


A primeira realidade é o Si mesmo de si mesmo.
Os bija-mantras, os som sutis do silêncio, a vibração do verbo em estado alpha, a clarividência e o chacra frontal ajnãchacra, tudo o que se faz na vida se faz nos chacras.


Então o alinhamento dos chacras nunca ocorrerá se não houver a conexão direta do céu com o centro da Terra e seus múltiplos planos, sendo o Si Mesmo e o corpo, os fios condutores.


quarta-feira, 11 de abril de 2012

CONQUISTANDO RESILIÊNCIA


Serenidade, perseverança, autoconfiança, sentido de vida e auto-suficiência. Nos dias de hoje, as atenções voltadas para a promoção da saúde tem revelado a resiliência como um conceito importante  na área da saúde e do bem estar.  Por ser um tema recentemente incorporado encontra-se em fase de construção, discussão e debate, principalmente por não existir ainda um consenso em relação à definição do termo.

Além do significado mais técnico à respeito da capacidade de um material se deformar e a voltar ao seu estado natural, entende-se também o conjunto de processos sociais e intrapsíquicos que possibilitam o desenvolvimento saudável do indivíduo, mesmo quando se vivenciam experiências desfavoráveis.

Em contrapartida, a escala proposta por pesquisadores, a resiliência da saúde de uma pessoa se encaixa a uma escala de valores, onde tenta-se fechar o cerco de possibilidades de experiências das mais diversas. Positivas e negativas, favoráveis ou desfavoráveis,... no caso da fisioterapia postural estes fatores são relevantes na anamnese e na escolha da linha de tratamento a ser abordada.

Venho tomando cuidado como profissional da saúde ao revelar práticas para pessoas com disfunções.
A terapêutica da fisioterapia postural propõe devolver a resiliência do corpo e restabelecer a motilidade, a flexibilidade e o movimento das forças bioenergéticas que o sedentarismo e o estresse minaram.


A resiliência é mais do que enquadrar dentro de uma escala. Estudo de pesquisadores na área de física e engenharia não seriam muito adequados para a saúde haja vista o ser humano porta muito mais do que fatores psicossociais. Isso se assemelha ao Quasímodo de Victor Hugo. Ele conhece tudo com exatidão, cada degrau, cada canto e viga, mas fora desse lugar tudo lhe é estranho e desconhecido. em contrapartida, dar condições para o autoconhecimento transforma a condição postural de disfunção.


segunda-feira, 9 de abril de 2012

FISIOTERAPIA E MEDITAÇÃO


A reação bio eletro química do cérebro, resultante de pensamentos capazes de alterar o estado de lucidez, chama-se emoção. Ele, ou ela, a emoção, se expressa no corpo, da pele aos ossos. A emoção está dentro, e é influenciada diretamente pelos cinco sentidos, pelo intelecto e não obstante, pelo self.

Os músculos lisos, os estriados e os estriados esqueléticos recebem as emoções, e as repassam para a coluna e para o cérebro com único propósito de gerar movimento no corpo, senão não faria sentido algum a natureza criar tal desperdício de sistema para ficar parado sem utilidade. A vida é movimento. Aliás, esta é uma lei do cosmos: Tudo é movimento. Tudo está em constante mudança. Se algo não muda no universo, este seria o próprio movimento.
Esta é uma ciência e não uma crença.

No entanto, em relação a esta lei, por mais incrível que possa parecer, o ser humano é capaz de bloquear estes impulsos bioeletroquímicos de movimento.

Gera impulso e não gera movimento. RESULTADO: Ciatalgia, cervialgias, algias de todos os tipos, disfunções das mais diversas categorias e nomenclaturas, loucuras mil!... Experimenta você cobrir a boca de uma crianças com as mãos. Além de ser um ato abominável, o gasto de energia para tal, não faz sentido algum para a natureza. A natureza do ser humano foi criada para ser desfrutada pelos cinco sentidos. Saber ouvi-la e também respirá-la, e acima de tudo compartilhar experiências é um modo saudável de conduzir a vida cotidiana.

Cientistas do outro lado do globo, descobriram que as variações de pensamento da mente podem ser controladas ao se saber de seu funcionamento: viajar para o passado e para o futuro ou estar atento ao presente momento.

Conhecendo e praticando este conhecimento muitas dores no corpo desaparecem. Isso à partir da reorganização postural e do alinhamento esquelético. Este trabalho da fisioterapia postural propõe devolver a resiliência do corpo, ou seja devolver a motilidade, a flexibilidade e o movimento das forças bioenergéticas de superação do sedentarismo e do estresse. Tratar disfunções posturais do corpo, da respiração e do cérebro, e ao mesmo tempo gerar o hábito de auto cuidado com a postura.

quinta-feira, 5 de abril de 2012

DIREITO A SER VOCÊ MESMO

No século XVII, Schopenhauer, filósofo e escritor abriu os olhos dos leitores para fato de que um nicho de pessoas na sociedade aderiam a falsos fundamentos. Segundo ele o jeito de ser baseado num maneirismo qualquer se compara a uma maquiagem que cai por terra quando o público segue e reconhece o ridículo. À partir daí a pessoa escolhe se se agarra a outro modismo ou se adere ao Si Mesmo.

"Aquele que é inteligente despreza essas coisas" virando o olhar para outra direção. A direção do direito a ser você mesmo. Schopenhauer entendia inteligencia  intelectual e emocional sendo uma só.

Nos dias atuais, este jeito de atuar na vida invadiu as ciências da saúde e, por toda a sociedade nota-se um vazio comportamental pelo hábito do "tenho que". "Tenho que" realizar ações de trabalho; "tenho que" ser deste ou daquele modo; tudo isso, puro e simplesmente para o sustento.

A saúde está diretamente ligada a esta escolha carente de eixo próprio de conduzir a vida. Disfunções e doenças aparecem muito por este abandono da consciência de si mesmo e seus anseios. "Lo fece natura, e poi ruppe lo stampo" Ludovico Ariosto, poeta italiano: A natureza o fez, e depois perdeu o molde. 


E assim devemos agir na vida. Cada ser tem um jeito diferente de pensar e agir em cada situação. Na área médica, uma ciência se destaca trazendo conforto e renovando as esperanças de pessoas com disfunções causadas pelo estresse e pela falta de práticas pessoais de autocuidado. O modismo no mercado de bem estar é temporário. Como já se comprovou ao longo da história aderir a hábitos de falso fundamento leva direto a estados catastróficos de saúde.